domingo, 12 de fevereiro de 2017

Mikhail Osipov


MENINO PRODÍGIO NO XADREZ
Mikhail Osipov (3 anos) enfrentou o vice-campeão mundial Karjakin

Mikhail Osipov novamente fascinou o público russo na televisão. Com três anos debutou na mídia contra Karpov, ao que rechaçou duas ofertas de empate, e no final terminou derrotado. Agora ele voltou aos sets. O canal 1TV convidou-o juntamente com o vice-campeão mundial Sergey Karjakin. Desta vez, o jogo terminou em um empate. "O rapaz é muito perigoso", admitiu Karjakin.

Para ser considerado um superdotado, explica a pedagoga Maria Clara Sodré, PhD em Educação pela Universidade de Columbia (EUA), a criança precisa apresentar, entre outras características, precocidade ou alto potencial em pelo menos uma das sete inteligências definidas pelo psicólogo americano Howard Gardner em sua Teoria das Inteligências Múltiplas. Ou seja, ele precisa ter uma habilidade muito acima da esperada para a sua idade.


Em três áreas do conhecimento humano aparecem crianças prodígio: xadrez, música e matemática.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

3º ENCONTRO NERD DE AÇU

XADREZ NERD
29 de janeiro de 2017

      Ocorreu nesse final de semana, nos dias 28 e 29 de jan/2017, o 3º Encontro de Nerd de Açu - ENA - na Casa de Cultura Popular com organização de Wagner de Oliveira. O evento prestigiado por público de várias idades, contou com diversas atividades: oficinas, exposições, jogos e competições.

Oficina de xadrez

      O Clube de Xadrez de Açu participou do 3º ENA com oficina, torneio e espaço de encontros enxadrísticos. Na competição do Torneio Nerd, disputado em xadrez relâmpago com ritmo de jogo de 5 minutos nocaute, tivemos a participação de sete enxadristas.


TORNEIO NERD DE XADREZ

Casa de Cultura Popular de Açu

Classificação final

1º Isaque Vieira

2º Adriano Soares

3º Gianfrancesco Morais

4º Jadson Jácome

5º João Victor Cortez

6º William Nascimento

7º Marcos Paulo


MOMENTOS NERD

Recebemos a visita do quadrinista Gabriel Andrade Jr

Apesar de Gabriel Andrade ser pouco conhecido no Brasil, o quadrinista macauense Gabriel Andrade Júnior tem ganhado destaque no cenário internacional por sua crescente participação em gibis de linha nos EUA. 


Gabriel iniciou sua carreira naquele país em 2008 e em 2011 assinou contrato de exclusividade com a editora Avatar Press, onde participou de séries como Lady Death, Ferals e Über. Em 2014, Gabriel trabalhou pela primeira vez com o roteirista Alan Moore como um dos desenhistas da série God is Dead: The Book of Acts.


O potiguar repete sua parceria com o “Escritor Original” em Crossed +100, agora como desenhista e arte-finalista principal do novo projeto mensal da Avatar.

 Gabriel ao lado do enxadrista de São Rafael,
Rusiano Paulino e do artista também rafaelense Wanderline Freitas


Lazer 

 Aprender

 Estudar

 Vencer

 Um dia com o xadrez


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

TORNEIO EM GOVERNADOR DIX-SEPT

II Torneio São Sebastião
Governador Dix-Sept Rosado - RN 
28 de janeiro de 2017

Igor Macedo 1º lugar


Classificação final
1º MÁXIMO Igor 5,5
2º MARCIO Jordao 5,0
3º JOSE Murilo Gomes 4,5
4º DAVID Frankental 4,0
5º VITOR Firmo 4,0
6º IGOR Fernandes 4,0
7º JOSE FELIPE 4,0
8º HELIO Fernandes Viana 3,5
9º JOSE EVANGELISTA 3,5
10º CARLAN Amorim 3,0
11º GIDILAF Xavier 3,0
12º MARCIO Barbosa 3,0
13º CARLOS Eduardo de Andrade 3,0
14º FRANCISCO Biagione 3,0
15º ANA Paula Nogueira 3,0
16º ALVANEZIO Cavalcanti 3,0
17º CARLOS Henrique Lopes 2,0
18º PAULO Sergio 2,0
19º THALES Rodrigo 2,0
20º HUDSON Araujo 1,0
21º LUIZ Emanuel 1,0
22º ROMULO Furtado 1,0
23º EMERSON Felipe 1,0


Márcio Jordão 2º lugar



sábado, 28 de janeiro de 2017

XADREZ NERD

 3º ENCONTRO NERD DE AÇU
28 e 29 de janeiro de 2017


O Clube de Xadrez de Açu estará participando do 3º Encontro Nerd de Açu com oficina e torneio. O evento organizado por Wagner Oliveira será realizado na Casa de Cultura Popular.

DOMINGO 29/JAN/2017
OFICINA DE XADREZ ==> 07:30

TORNEIO DE XADREZ ==> 09:00


quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

TORNEIO EM GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO - RN

II TORNEIO SÃO SEBASTIÃO

ETAPA DE ABERTURA DO CIRCUITO POTIGUAR DE XADREZ 2017
Valendo pontuação para o Circuito Potiguar de Xadrez 2017 e Rating FNX!

REALIZAÇÃO
Clube de Xadrez Dix-septiense

APOIO/DIVULGAÇÃO:
Federação Norteriograndense de Xadrez
www.xadrezpotiguar.com.br
Xadrez Social Clube
www.chessmossoro.blogspot.com

REGULAMENTO:
Sistema: Suíço em 05 rodadas.
Cadência: 25 minutos
Data: 28 de janeiro de 2017 (sábado)
Local: Ainda não definido.
Congresso técnico: às 13h10min
Primeira rodada inicia às 13h30min

PARTICIPAÇÃO: Aberta a qualquer participante

TAXA DE INSCRIÇÃO
Dix-septiense - isento
Visitante – R$ 15,00 (quinze reais). Pagamento até o início do congresso técnico.

PREMIAÇÃO
1º Lugar - Troféu
2º lugar - Troféu
3º lugar – Troféu
4º lugar - Medalha personalizada
5º lugar - Medalha personalizada
6º lugar - Medalha personalizada
Obs.: Haverá premiação especial para os jogadores locais melhores colocados.

CRITÉRIOS DE DESEMPATE
1º - Confronto Direto (Código 11)
2º - Buchholz com corte do pior resultado (Código 37)
3º - Buchholz sem corte (Código 37)
4º - Sonneborn-Berger (Código 52)
5º - Maior número de vitórias (Código 12)

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

XADREZ PARA DEFICIENTE VISUAL

Garoto de 10 anos com deficiência visual
se dedica ao xadrez em MG
Eduardo é de Itatiaiuçu e estuda em associação em Divinópolis
Jogo ajuda no desenvolvimento na escola, diz professora.
Garoto se dedica ao xadrez há sete meses


A deficiência visual não é empecilho para se fazer o que deseja. É o que mostra o garoto Vitor Eduardo de Queiroz Silva, de 10 anos, que há cerca de sete meses se dedica ao xadrez. Ele é campeão nacional na modalidade e concilia a atividade com aulas de braile na Associação dos Deficientes do Oeste de Minas (Adefom) em Divinópolis.

Vitor Eduardo nasceu em Itatiaiuçu e tem aulas regulares na cidade. Mas se desloca uma vez por semana até Divinópolis para estudar o braile. Ele explica que as aulas são importantes para que tenha acesso a livros sobre o xadrez e entenda mais sobre as regras da modalidade. "Gosto de xadrez porque é muito interessante e me ajuda a desenvolver na escola onde estudo em Itatiaiuçu”, disse.

A mãe, Rosângela de Queiroz Silva, conta que Vitor perdeu a visão aos dois anos de idade e desde então ele faz tratamentos especializados. "Ele começou com problemas na visão ainda bebê. Logo o levei para fazer os tratamentos, mas depois foi só perdendo a visão. Fizemos algumas cirurgias e não adiantou", contou.

O garoto sofre de uma doença chamada uveíte crônica e por conta dela, hoje ele tem apenas a percepção de luz em um dos olhos. "É uma inflamação que deixou sequelas. Hoje em dia ele faz uso de colírio para controlar", completou a mãe.

Nada disso impede que o garoto seja destaque no xadrez. Para ele as ferramentas são adaptadas e o tabuleiro, por exemplo, é feito especialmente para que ele possa tatear e identificar a posição das peças e as casas, inclusive as do adversário.

Ele explica que as peças dispõem de pinos que o fixam ao tabuleiro. As pretas se diferenciam das brancas por um pequeno pino na parte superior de cada peça, a parte escura do tabuleiro tem um relevo para identificar a posição. “Consigo entender as jogadas do adversário para ganhar dele”, disse.

A mãe de Vitor ainda ressalta que percebe diariamente mudanças positivas no comportamento do filho desde que ele começou a jogar xadrez. “Ele socializa mais e entende que a visão não impede que ele faça nada. Ele gosta muito e se gosta a gente tem que incentivar. É interessante perceber que cada vez mais ele vem aumentando o gosto pelo jogo”, completou.

Mais incentivos
Vitor destaca que o apoio da mãe é importante, mas o gosto pelo xadrez não teria ganhado força se não fosse pelo incentivo da professora Joana Paula, que que ministra xadrez em um projeto realizado nos últimos oito meses na Escola Arminda Evangelista Ferreira, onde o garoto estuda. “Ela é que me ensinou e me fez gostar desde o início desse jogo. Agradeço muito à minha professora”, finalizou o garoto.

Cheia de orgulho do aluno, Joana destaca que Vítor sempre foi dedicado e que o xadrez potencializou a relação entre ele e os colegas, além de ter estimulado ainda mais o raciocínio lógico do garoto.

“Pra todos nós da escola ele é um orgulho. Começamos com o projeto de xadrez no início desse ano, onde ele estuda. Desde a primeira aula se destacou, ficou deslumbrado com a história e o jogo em si. A partir daí não parou mais. Já era muito inteligente em todas as disciplinas, mas com o xadrez percebemos que ele interagiu mais com os alunos da escola. O jogo abriu novas portas para o conhecimento também, uma vez que o xadrez atua diretamente no raciocínio lógico ajudando na disciplina de matemática”, contou

A professora complementa que o exemplo de Vítor serve de lição para todos. "Somente com dedicação e amor conseguimos alcançar o que almejamos. Sinto orgulhosa de fazer parte dessa história, pois trabalho com amor e ver o esforço sendo reconhecido é muito gratificante”, completou.

Destaque no Campeonato
Em outubro deste ano o garoto foi destaque do Campeonato Nacional Escolar de Xadrez que reuniu enxadristas de Pernambuco, Bahia e Minas Gerais em Petrolina no Pernambuco. Vitor Eduardo venceu na categoria 4º Ano Fundamental e também disputou com jogadores de outras categorias, ou seja, sem deficiência visual.

Fonte: g1